quinta-feira, novembro 15, 2007

Coisas de mim

Tenho a panca de ler para os outros em voz alta. Não que goste do exercício em si, acho maçador e dá-me cabo da garganta. Mas sempre me custou muito não poder partilhar com outras pessoas aquilo que me dava um enorme prazer a ler. E não podendo obrigar ninguém a ler o que eu lia, facilitava-lhes a vida fazendo com que as palavras lhes entrassem pelos ouvidos sem esforço.
Ainda miúda, sentava-me na cozinha e lia enquanto a minha mãe fazia o jantar (coitada!) de fio a pavio os meus livros preferidos (Alice Vieira, de certeza). Lia para ela, não para me ouvir, para poder partilhar. Mais tarde, teria lido com todo o prazer Os Maias a quem me tivesse pedido.

Quantas vezes vi filmes ou episódios de séries repetidos só para poder partilhar com outra pessoa a sensação que eu já tinha experimentado? Há esta dualidade na minha personalidade, independência/necessidade de partilha.

Adoro passear sozinha, era capaz de fazer grandes viagens sozinha, mas se descubro um sítio (café, restaurante, jardim, loja, paisagem, árvore) bonito não descanso enquanto não o partilho com quem gosto.

5 Comments:

Anonymous Mariana said...

que engraçado, rever-me neste post sem sequer a conhecer :)

15/11/07 15:11  
Blogger patrícia said...

same here
:D

15/11/07 15:29  
Blogger inesn said...

eu prefiro emprestar os livros a ler em voz alta ;o)

15/11/07 21:54  
Blogger Sofia Quintela said...

Oh que bonito o que escreveste... sabes que isso me acontece muito a mim também?? Para além de ler os livros que gosto, há uns anos quando andava na escola andava a estudar alemão, e estava de tal forma fascinada que passeava-me pela casa toda a perguntar quem encontrasse sabes como se diz isto ou aquilo em alemão??? Já ninguém me conseguia ouvir... lol mas é tão bom, também tenho tanto essa necessidade!!

15/11/07 21:57  
Blogger Fi said...

Como me identifico contigo Sophie... :)

Também me defino (e quem me conhece também o faz) em grande parte pela minha grande independência e gosto por passar algum tempo (mais que o que o considerado normal pela maioria) sozinha...
No entanto, quando algo de bom me acontece ou encontro algo especial no mundo (nem que seja uma estrela mais brilhante no céu...) tenho uma necessidade enorme de o partilhar com as pessoas que me são tão especiais!

Jok*s

:)

21/11/07 22:25  

Enviar um comentário

<< Home