domingo, fevereiro 10, 2008

O fim-de-semana

foi passado a lutar contra a febre da M. Uma virose, digo eu, a julgar pelos relatos idênticos de amigos e vizinhos. Escancaramos as portas aos vírus: andamos descalços, mal agasalhados, apanhamos chuva. Aquilo que até ao Inverno passado era uma raridade, agora tornou-se frequente.

E os dias lá fora tão bons para andar a pé ou de bicicleta.

3 Comments:

Blogger Liliput said...

Não há maneira destes virús imigrarem para outras bandas. As novas decorações da cozinha (digam-se, xaropes, pastilhas e afins)insistem em permanecer.
Os liliputianos deixam algumas sugestões para estes dias cinzentos por dentro e coloridos por fora:
Hipótese 1 - Abrir as janelas, deixar o sol entrar, chapéu na cabeça, jogar á bola, goooooolo. Ir á rua buscar a bola.

Hipótese 2 - Entrar no carro. Fugir até á praia. Andar de carro parado até fartar. Voltar para casa.

Hipótese 3 - desarrumar todos os brinquedos e voltar a desarrumar (com os mais novos é sempre assim)

13/2/08 10:25  
Blogger Liliput said...

Não há maneira destes virús imigrarem para outras bandas. As novas decorações da cozinha (digam-se, xaropes, pastilhas e afins)insistem em permanecer.
Os liliputianos deixam algumas sugestões para estes dias cinzentos por dentro e coloridos por fora:
Hipótese 1 - Abrir as janelas, deixar o sol entrar, chapéu na cabeça, jogar á bola, goooooolo. Ir á rua buscar a bola.

Hipótese 2 - Entrar no carro. Fugir até á praia. Andar de carro parado até fartar. Voltar para casa.

Hipótese 3 - desarrumar todos os brinquedos e voltar a desarrumar (com os mais novos é sempre assim)

13/2/08 10:25  
Blogger Costinhas said...

espero que esteja melhor e que a raridade habitual seja reposta!

beijos

14/2/08 00:18  

Enviar um comentário

<< Home